A decisão: ter o primeiro bebê no Brasil ou no Canadá?

Quando comecei a alimentar o sonho de migrar para o Canadá e avaliar seriamente as possibilidades, a maior dúvida que tive foi: ter meu primeiro bebê aqui no Brasil ou somente no Canadá?

 A minha primeira opção era tê-lo apenas no Canadá, para que já nascesse cidadão canadense. Porém, após muita leitura e pesquisa, achei que seria melhor que ele nascesse no Brasil mesmo. A minha linha de raciocínio foi a seguinte: hoje tenho 29 anos e começo a sentir o peso do meu relógio biológico. Claro que, atualmente, com a tecnologia da medicina, até com 40 anos é perfeitamente possível ter uma gravidez saudável, mas eu não quero esperar tanto.  

Se eu aplicasse antes do bebê, teria que esperar até o final deste ano para juntar uma grana. O prazo para conseguir o visto está girando em torno de 16 meses pelo Processo Federal (o que escolhi) e mais uns 2 ou 3 meses para ajeitarmos as coisas para a mudança. Acredito que estaria chegando ao Canadá em meados de 2009 (sendo otimista). Até me estabelecer no Canadá, arrumar um emprego e ficar pelo menos um tempo no mercado antes de engravidar, já seria 2012 e eu teria 34 anos. Até aí, aceitável, mas também entra a parte emocional da história. Eu e o Dinho estaríamos sozinhos no país como marinheiros de primeira viagem e gostaríamos de ter um suporte emocional dos nossos familiares e amigos. Também há a questão, um pouco mais complicada, da saúde pública no Canadá, que não me deixa muito apreensiva no geral, mas para uma primeira gravidez isso pesou. 

Enfim, após discutir com o Dinho e pesarmos todos os prós e contras, decidimos engravidar aqui no Brasil mesmo. Isso também contou muitos pontos a favor do consentimento dele com a imigração, porque seu grande sonho é ter um filho e eu vinha adiando a gravidez. Também senti uma alegria transcendental após a decisão, mesmo sem me sentir preparada para ser mãe. Batemos o martelo e já estamos tentando o primeiro herdeiro. Daremos entrada no processo assim que ele nascer, assim teremos tempo de pesquisarmos mais, planejarmos direitinho o que faremos, para qual cidade iremos e juntarmos dinheiro. Alguém está vivendo ou já viveu uma situação parecida?  

Anúncios
Categorias: Planejamento | 14 Comentários

Navegação de Posts

14 opiniões sobre “A decisão: ter o primeiro bebê no Brasil ou no Canadá?

  1. Gabi

    Ah… uma das minhas malucas preferidas.. 🙂

    Nem tem mta graça pra mim ler isso aqui. Falamos tudo todos os dias!

    Maaaaaaaaaas, vez ou outra passarei aqui pra deixar uns “eu já sabia” e causar inveja nos menos favorecidos (sim, pq dividir o dia-a-dia com a Van, é um privilégio)

    Um beijão casal!

  2. Oi…

    Nós estamos em situação parecida. Temos uma filha de 2 anos e meio e pretendemos ter outro filho. Aqui ou lá ? dúvida cruel…No nosso caso decidimos esperar para ter por lá. A Raquel já tem 29 também e isso com certeza é uma questão que sempre acabamos levantando.

    O melhor mesmo é fazer como você já está fazendo. Planejando bastante e ponderando todas as questões.

    Daniel

  3. Pingback: Nosso segundo filho deverá ser Canadense. « Cravo e Canela no Canadá

  4. Estou em situação parecidíssima. Vivia angustiada com essas mesmas dúvidas com medo de engravidar e desistir de tudo, quando conversando com marido, chegamos à conclusão de que um filho não viria atraplahra nossos sonhos, e sim somar. Que ele não seria empecilho para nossa mudança, apesar de achar que tudo fica um pouco mais complicado quando se tem a responsabilidade da criação de uma criança.
    Resolvemos deixar acontecer e paralelo a isso, demos entrada no processo federal. Na mesma semana em que paguei e enviei o application, descobri que estava grávida!
    Agora estou aguradando o recebimento do pedido dos documentos e a chegada de nossa filhota, que nasce em julho desse ano.
    Se quiser, entre em contato comigo para dividirmos medos, sonhos e experiências.
    Percebi que temos algo mais em comum: moro no Rio, mas sou de São Caetano do Sul!!! Acredite se quiser!
    Bjs
    Renata

  5. Tudo isto é muito angustiante, né? Ter filhos e imigrar são duas coisas complicadas e que mudam a nossa vida completamente, mas planejar sempre é a melhor estratégia. Estou grávida de 22 semanas e entrei com o processo federal em março. Já tenho dois filhos e decidimos ter o terceiro por aqui mesmo. Acho mais tranquilo levar uma gravidez perto da familiae, no seu caso, primeiro filho, é ainda mais complicado por causa das duvidas e inseguranças.
    Mas eu acredito que a natureza conspira para as coisas darem certo e acontecerem no melhor momento. Quando menos a gente espera as coisas se encaixam e vcs vão estar chegando no Canadá com um lindo bebê nos braços.

    Um abraço,

    Marilena

  6. Pingback: Nosso segundo filho deverá ser canadense.

  7. Isso é mesmo muito delicado,mas é uma situação que não depende apenas da nossa vontade,pq Deus é que decide como e quando !Desejamos tudo de bom,e Papai do céu está com vcs.Estaremos esperando as boas notícias
    bjos

  8. Estou na mesma situação, só que com um agravante: já fiz 30 anos em maio desse ano. Na verdade eu havia planejado ter o peimeiro filho no ano que vem, mas demos entrada no processo em Agosto desse ano e agora estamos nessa dúvida, esperar o processo que pode levar até 20 meses (já li alguns casos) ou ter um filho e ir com ele ainda bebê.
    A principio estamos pensando mais em irmos sem filhos, primeiro pelo gasto e dificuldade em encontrar uma escola e segundo pela questão da adaptação / preocupação com a criança em meio a procurar emprego.
    Mas ainda estou lendo e procurando me informar mais…
    Beijos,
    Flá.

  9. uau! eu vivia neste dilema e acabei engravidando da terceira sem planejar. e foi um presente de deus. nao so a felicidade de ter engravidado mas tb fico feliz por nao ter esperado … (e nao foi exatamente planejado nao). tinhamos muitas duvidas e receios sobre perder a estabilidade financeira e com um filho mais … e olhe so, agoera em agsoto estaremos imigrando e a terceira ja tera quase 2 anos! imagine so se estivesse esperado!? e tudo oi tao perfeito, deu tao certo. se eu tivesse que pensar em um plano semelhando jamais teria planificado de forma tao perfeita. e com base nesta experiencia, e que resolvi que nao vou planejar o quarto filho tb, ele/a vira a seu tempo, quando deus decidir. antes durante ou depois da imigracao. afinal, a grande licao que tirei deste processo de imigracao e que a vida segue e nao podemos colocar sonhos “on hold”, temos que viver cada dia e no final tudo sempre da certo – melhor do que imaginamos!
    boa sorte pra vcs e muita saude pro filhores que virao.
    hoje nao sou mais uma escreva do processo de imigracao, ele faz parte da minha vida, mas nao e toda minha vida nem controla a minha vida. ele se encaixa na minha vida. foi um alicao aprendida a duras penas … 🙂

  10. meu deus! acabei de ler e vi tantos erros de ortografia … que horror!

  11. angelica

    Olá!
    No meu caso é um pouco diferente pois tenho medo de ir para lá com a nossa bebezinha, ela esta com 2 ,meses e vamos entrar com o processo de imigração agora em setembro, mas, fico apreensiva em achar que tudo será muito difícil lá, pois as daycare são caras e não falo muito o francês e ingles, tenho medo de que não de certo! Na verdade estou um pouco pessimista… Precisava compartilhar isso com vocês que passaram ou vão passar pela mesma situação que eu.
    Beijos

  12. angelica

    Olá!
    No meu caso é um pouco diferente pois tenho medo de ir para lá com a nossa bebezinha, ela esta com 2 ,meses e vamos entrar com o processo de imigração agora em setembro, mas, fico apreensiva em achar que tudo será muito difícil lá, pois as daycare são caras e não falo muito o francês e ingles, tenho medo de que não de certo! Na verdade estou um pouco pessimista… Precisava compartilhar isso com vocês que passaram ou vão passar pela mesma situação que eu.
    Bjo

  13. Bianca

    Boa tarde!
    Nossa eu e meu marido também estamos com essa dúvida! Iríamos dar inicio esse ano para os tramites de imigração, mas estou com 33 anos e o relógio biológico não espera. Quero ter meu baby e vi também que o daycare é caro até o filho completar 5 anos. Então decidimos esperar, vou engravidar e esperar nosso bebe crescer um pouco, mas não vamos desistir do nosso sonho de ir! Acho a melhor coisa né? Obrigada.

  14. Maria ivonete xavier

    Ola, eu estou gravida de 22 semana eu queria muito saber se eu posso ter meu filho no Canadá . obrigado. Fico no aguardo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: